Participação das mulheres na política autárquica em Portugal nos últimos 25 anos (1982 a 2005): especial relevo para as mulheres eleitas apuradas para a presidência dos órgãos

Pedro Nunes

Resumen


O debate sobre a participação política das mulheres continua a ser um assunto muito presente. O propósito deste artigo é apurar, em termos quantitativos, daquela participação, em particular na administração local autárquica em Portugal, nos últimos 25 anos. Não se pretende, assim, estimar da melhor, ou pior, performance feminina nas respectivas eleições e/ou no exercício do mandato. Trata-se de uma análise que envolve os 308 municípios e as 4.261 freguesias existentes em Portugal. Cobre a quase totalidade dos eleitos no período em análise, num universo respeitante às eleições de 1982, 1989, 1993, 1997, 2001 e 2005, num total de eleitos apurados de 276.068 homens e mulheres, num universo de mulheres eleitas apuradas de 24.905.


Texto completo:

PDF

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2015 Revista Enfoques

Revista Enfoques – ISSN 0718-9656 versión en línea | ISSN 0718-0241 versión impresa
Facultad de Gobierno – Universidad Central de Chile - Correo electrónico: jolguino@ucentral.cl
Sitio web adaptación de Open Journal Systems